,

Empresa de SC aposta em energia solar e instalação de equipamentos aumenta 580%

Para empresário, queda no preço dos equipamentos e preocupação ambiental fez com que modalidade se tornasse opção para consumidores.

Com redução no custo dos equipamentos, condomínios residenciais investem na geração de energia solar (Foto: Quantum/Divulgação)Com redução no custo dos equipamentos, condomínios residenciais investem na geração de energia solar
(Foto: Quantum/Divulgação)

Os mesmos motivos que levam cada vez mais pessoas a investirem na geração de energia solar, chamada de fotovoltaica, também fez com que a Quantum Engenharia, empresa de Florianópolis, apostasse na instalação de equipamentos e se tornasse incentivadora da modalidade.

De acordo com empresário e engenheiro Gilberto Vieira Filho, a preocupação ambiental, somada à queda no preço dos equipamentos é o que tem motivado pessoas físicas e jurídicas e gerado oportunidades para empresas como a Quantum. Antes, o setor representava de 2% a 3% do faturamento da empresa, sendo que atualmente já significa cerca de 20% dos negócios.

Há 28 anos atuando no setor de energia elétrica, o engenheiro conta que sempre foi um entusiasta da energia fotovoltaica, mas que mesmo trabalhando há 4 anos com essa opção, alguns fatores faziam com que os consumidores não optassem pela modalidade.

“Mesmo com a preocupação ambiental, o investimento demorava muito a ter retorno em economia de energia elétrica. Somado a isso, ainda haviam poucos incentivos e opções de financiamentos. Sempre que algo é novidade, é mais caro. Mas conforme vai se popularizando, a demanda vai aumentando e o preço caindo”, explica.

Para termos um ideia, o empresário conta que o custo da matéria-prima caiu cerca de 50% nos últimos anos, com mais empresas produzindo os equipamentos. Como comparativo, o engenheiro explica que o investimento demorava cerca de 20 anos para ser totalmente recuperado, sendo o que o sistema tem durabilidade de 25 anos em média.

“Atualmente, o valor investido é recuperado em uma média de 5 anos, com a economia no valor que seria pago pela energia elétrica. Mas isso varia, já que o custo da energia elétrica é diferente para residências, comércio e indústria”, afirma.

Em relação ao custo dos equipamentos, o engenheiro explica que ainda é considerável, mas que a possibilidade de financiamentos, que antes não existiam, também fez com que a demanda aumentasse.

“O custo inicial é razoavelmente alto, mas nos últimos anos isso mudou radicalmente. Hoje é possível financiar 90% para pagar em 120 meses, com juros baixos. É quase possível conseguir uma ‘fórmula mágica’: você paga por mês o que pagaria em energia elétrica”, comenta.

Ainda conforme o empresário, o perfil das pessoas que estão optando pela energia fotovoltaica é variado – vai desde residências até empresas agrícolas. O trabalho da Quantum começa com o estudo do perfil do consumidor e segue mesmo após a instação dos equipamentos.

“Temos uma equipe técnica, que analisa o perfil para fazer os cálculos entre investimento e economia. Depois é feito um projeto, a instalação e o monitoramento da geração de energia”, comenta.

Empresas estão investindo em equipamentos para geração de energia fotovoltaica (Foto: Quantum/Divulgação)Empresas estão investindo em equipamentos para geração de energia fotovoltaica (Foto: Quantum/Divulgação)

Mesmo com um crescimento de 580% nas instalações no ano passado, Vieira Filho acredita que o segmento deve continuar crescendo.

“A tendência é que, além da popularização dos equipamentos, da facilidade de financiamento, os incentivos fiscais sobre a energia elétrica deixem de existir, o que deve tornar a energia solar ainda mais viável”, finaliza o engenheiro.

FONTE – https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/sc-que-da-certo/noticia/empresa-de-sc-aposta-em-energia-solar-e-instalacao-de-equipamentos-aumenta-580.ghtmlg1.globo.com