,

Fintechs impulsionam setor de Energia Solar no Brasil

País atingiu a marca histórica de 252MW de potência instalada e deve crescer 358% em 2018

Financiamentos com fintechs aceleram crescimento do setor

A energia solar fotovoltaica (FV) tem atraído a atenção de investidores – sejam eles privados (empresas) ou consumidores (pessoa física), por ser uma energia limpa que oferece a possibilidade de as pessoas gerarem sua própria energia – a ser aplicada na residência ou empresa em questão. Com isto, o setor registrou crescimento histórico nos últimos anos, atingindo a marca de 252MW de potência instalada em mais de 27 mil sistemas solares fotovoltaicos. Em 2016, o setor registrou um crescimento de 270%; em 2017, 304% e a projeção para 2018 é de 358%.

Empresas do setor buscam financiamento para crescer

A Nexoos (www.nexoos.com.br), fintech líder de mercado na modalidade Peer to Peer Lending (P2P) que conecta pequenas e médias empresas a potenciais investidores, oferece condições de financiamento diferenciadas para empresas do setor de energia solar, sem necessidade de garantia real e com um crédito 100% online. “Estamos acompanhando de perto o crescimento do setor de energia solar e queremos contribuir com o crescimento do setor e, consequentemente, com todo o país.”, afirma Daniel Gomes, CEO da Nexoos.

É o caso da Geosolar, empresa que comercializa sistemas de energia fotovoltaica. O financiamento foi utilizado para a expansão da empresa por meio da abertura de um ponto comercial para sediar a loja física e o escritório da empresa. Com o investimento, a Geosolar estima crescer 30% até o final do ano. De acordo com o Diretor Comercial da empresa, Jalmiro Sobrinho, o processo de financiamento da Nexoos é inovador e entre os diferenciais destacam-se: processo online, simples e rápido e taxas atraentes.

Já a Sorosolar, integradora de energia solar para residências e pequenos comércios, solicitou o financiamento na Nexoos para investir em fluxo de caixa e aumentar as vendas. Paulo Bernardes, Diretor Comercial da Sorosolar, já recomendou a Nexoos a diversas empresas do setor, pois considerou o processo simples, objetivo e transparente, além de oferecer taxas e condições melhores que a concorrência.

“Além da Sorosolar e da Geosolar, temos outras três empresas do setor em nossa carteira de clientes e temos perspectivas de aumentar ainda mais esse número, pois a Energia Solar vive um bom momento no Brasil, com expectativa de expansão”, finaliza Gomes.

Como funciona para a empresa

Empresas de pequeno porte (EPPs), microempresas (MEs) e pequenas e médias empresas (PMEs), com faturamento mínimo anual de R$ 250 mil, podem solicitar empréstimos à Nexoos. A análise de crédito é digital e automática, com o uso de inteligência artificial. As métricas para aprovação se baseiam em dados que apontam o potencial do negócio, como consultas automatizadas aos bureaus de crédito, pré-análise automática e até avaliações de redes sociais.

Quando aprovada, a empresa é apresentada aos investidores cadastrados na plataforma, durante a Rodada de Investimentos que dura algumas horas, até que o valor solicitado seja arrecadado por meio dos aportes dos investidores e a empresa recebe o valor total do empréstimo em até 7 dias.

Sobre a Nexoos

A Nexoos (www.nexoos.com.br) é uma fintech que conecta pequenas e médias empresas que necessitam de empréstimos a potenciais investidores. Operando no modelo peer-to- peer lending (P2P) – empréstimo coletivo – no qual é pioneira e líder de mercado no país, a plataforma oferece taxas mais baixas, retornos mais altos e menos burocracia que os empréstimos bancários e as opções tradicionais de investimento. Com dois anos de operação, a Nexoos já financiou mais de R$ 58 milhões em operações de crédito e conta com uma cartela de mais de 400 empresas financiadas e mais de 15 mil investidores. Em fevereiro de 2018 a Nexoos foi selecionada como uma das finalistas para o prêmio Internacional LendIt Fintech USA 2018 – maior feira de inovação em serviços financeiros do mundo – na categoria “Emerging Lending Platform”.