,

MS: SEMINÁRIO ABORDA SOBRE VIABILIZAÇÃO DA ENERGIA SOLAR DENTRO DA AGRICULTURA FAMILIAR

Uma agricultura familiar em Mato Grosso do Sul com energia solar à disposição é possível. A prova disso está no município de Ivinhema onde se encontra o primeiro sítio com esse tipo de tecnologia sustentável. Pensando em incentivar novos imóveis rurais a fazerem adesão desse sistema para baratear os custos de produção de alimentos é que o governo do Estado, mediante a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), participou de uma reunião que visa fomentar a adesão de energia fotovoltaica dentro das comunidades agrícolas pelos 79 municípios.

A primeira reunião foi promovida na sexta-feira (11), das 8h às 16h30, no município de Naviraí, com o objetivo de informar sobre o assunto e esclarecer eventuais dúvidas dos agricultores familiares. “O primeiro sítio a fazer uso desse tipo de tecnologia está na cidade de Ivinhema. O projeto contou com esforço dos nossos técnicos da Agraer de Ivinhema. Nosso intuito é com o apoio da Semagro e da Sead conseguir replicar essa boa prática. Dentro do Pronaf existe uma linha de financiamento chamada Pronaf Eco que viabiliza a adesão sem onerar a renda familiar”, afirmou o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira.

Durante o seminário foi enaltecido o trabalho em conjunto, agricultores familiares e entidades públicas, desde a concepção dos projetos até a sua implantação, impedindo que as famílias agrícolas apenas contraiam apenas uma dívida perante as instituições financeiras e que possam produzir com eficiência.

Pesquisas sobre energias renováveis e suas potencialidades na agricultura familiar (Embrapa), experiências de sucesso e potencialidades no Mato Grosso do Sul (Agraer), Primeiro Sistema Fotovoltaico na Agricultura Familiar (Sead); Biodigestores na Agricultura Familiar, Experiências em projeto de assentamento; energia solar fotovoltaica para produtores rurais (ABSOLAR) e linhas de crédito para a produção de energia renovável na agricultura familiar foram alguns dos temas abordados junto ao público.

O seminário contou com a participação do delegado da Sead/MS, Daniel Mamédio, a delegada adjunta Adriana Mansano, a coordenadora da Agraer regional de Naviraí, Alessandra Afonseca, o presidente da Apoms, Olácio Komori, superintendente de Pesca César Moura, e a agricultora familiar a fazer adesão deenergia solar no MS, Maria Salete Boemer. Além de representantes da Embrapa, Banco do Brasil, Cresol e servidores da Agraer.
FONTE – absolar.org.br