Reajustes tarifários de cinco empresas do Grupo CPFL são aprovadas

Reajustes tarifários de cinco empresas do Grupo CPFL são aprovadas.conta-energia-eletrica

 

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou hoje (22/3) em reunião pública os reajustes tarifários das empresas Companhia Jaguari de Energia (CPFL Jaguari), Companhia Luz e Força Mococa (CPFL Mococa), Companhia Leste Paulista de Energia (CPFL Leste Paulista), Companhia Luz e Força Santa Cruz (CPFL Santa Cruz) e Companhia Sul Paulista de Energia (CPFL Sul Paulista). As novas tarifas entrarão em vigor a partir de hoje (22/3) e valerão para consumidores de municípios do interior de São Paulo.

A revisão reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos eficientes e os investimentos prudentes para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica, em intervalo médio de quatro anos. Na revisão também são estabelecidos os limites de *DEC e **FEC da distribuidora para o período 2017 a 2020.

Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores residenciais dessas distribuidoras:

Empresa Consumidores residenciais – B1
Jaguari 17,12%
Mococa 4,72%
Leste Paulista 14,53%
Santa Cruz 13,36%
Sul Paulista 17,03%

 

Confira abaixo as médias dos índices de baixa e alta tensão:

Empresa Classe de Consumo – Consumidores cativos
Baixa tensão em média Alta tensão
em média (indústrias)
Média (Baixa Tensão e Alta Tensão)
Jaguari 17,14% 11,42% 13,25%
Mococa 4,99% 20,29% 9,02%
Leste Paulista 14,54% 10,27% 13,32%
Santa Cruz 13,35% -4,13% (redução) 7,15%
Sul Paulista 17,05% 6,33% 12,82%

 

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Mais informações sobre revisões tarifárias podem ser consultadas no endereço eletrônico www.aneel.gov.br, no link entendendo a tarifa.

Seguem na tabela abaixo as áreas atendidas e o número de unidades consumidoras das empresas.

Empresa Nº de unidades consumidoras Área atendida
Jaguari 38 mil Municípios paulistas de Jaguariúna e Pedreira
Mococa 45 mil Um município em São Paulo (Mococa) e três municípios em Minas Gerais
Leste Paulista 56 mil Municípios paulistas de São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Divinolândia, Casa Branca, Itobi, Tapiratiba e Caconde
Santa Cruz 204 mil 24 municípios do interior de São Paulo e três do Paraná
Sul Paulista 82 mil Municípios paulistas de Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Guareí, Sarapuí e Alambari (SP)

Fonte –  assessoria de imprensa WEG.

ESenergy

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *