Axis atinge 100 projetos de geração solar no Brasil

Entre os clientes atendidos, estão a Raia Drogasil, a Localiza, a Renner, a Estapar, a L’Oreal, a Vinci Partners e a Votorantim Cimentos

Axis atinge 100 projetos de geração solar no Brasil

Foto: Sistema de Energia Solar instalado na L´Oréal pela AXIS

A Axis, uma das principais empresas do setor fotovoltaico brasileiro, acaba de atingir a marca de 100 projetos de energia solar no País. Em geração junto à carga, a companhia possui sistemas com potências instaladas que variam entre 10 kW e 400 kW, além de possuir dez usinas na modalidade de compensação remota, com potências instaladas entre 100 kW e 5 MW.

A carteira de clientes da Axis conta com empresas de renome como Raia Drogasil, Localiza, Renner, Estapar, L’Oreal, Vinci Partners e Votorantim Cimentos, entre outras. Segundo Rodrigo Marcolino, diretor da Axis, o ano de 2018 tem sido um marco nos negócios da companhia, com maior participação no mercado nacional de energia solar na geração distribuída.

“Neste ano, aumentamos nossa representativamente e nossa capacidade total instalada, bem como expandimos nossa base de clientes e tivemos êxito em experiências com novos modelos de negócio”, comenta o executivo. “Com uma vasta experiência no mercado de energias renováveis, desenvolvemos e investimos em projetos e soluções customizadas para a geração de energia solar fotovoltaica”, acrescenta.

Entre os grandes diferenciais da Axis, estão o histórico de projetos para clientes comerciais de grande porte, equipe enxuta e extremamente qualificada e robustez financeira. “Também temos experiência na viabilização e levantamento de recursos, o que nos garantem um melhor atendimento e melhor capacidade de entrega para os nossos clientes”, complementa Marcolino.

O executivo ressalta ainda que Axis tem proporcionado às empresas o aproveitamento da energia solar fotovoltaica como uma alternativa economicamente vantajosa e ecologicamente correta para a produção e o consumo de energia elétrica. “Nós projetamos e instalamos sistemas solares fotovoltaicos sem nenhum custo inicial para as empresas, bem como garantimos todo o investimento e instalação”, diz. “Também acompanhamos os processos de autorização, conexão e manutenção do sistema junto às concessionárias e distribuidoras locais”, aponta.

Para o próximo, a perspectiva, segundo Marcolino, é bastante positiva, mas com algumas ressalvas. “Tudo dependerá do futuro dos panoramas fiscal e regulatório. Estamos investindo um grande volume de recursos no desenvolvimento de novos projetos e na prospecção de novos clientes, e esperamos que as condições para investimento em geração distribuída de energia solar fotovoltaica se tornem cada vez melhores nos próximos anos”, conclui.

FONTE – portalsolar.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *