Cimento com vida útil de 100 anos emite luz e pode iluminar estradas

Parece algo saído de outro mundo, quiçá até ficção científica, mas não é. Um estudo que teve a duração de nove com coordenação de José Carlos Rubio, pesquisador e doutorado da Universidade de Michoacán de San Nicolas Hidalgo, no México, encontrou uma maneira de produzir um piso capaz de emitir luz com vida útil de 100 anos.

De acordo com o pesquisador, o maior problema enfrentado durante o estudo foi a circunstância de o cimento ser um corpo opaco, isto é, não permite a passagem de luz para o seu interior. O pesquisador explica ainda a lógica por trás desta invenção. O cimento é um pó que ao ser misturado com água se dissolve como se fosse um comprimido efervescente.

O mais curioso de tudo é que o cimento absorve a energia do sol durante todo o dia, para permanecer iluminado por até 12 horas. Além disso, é possível controlar a intensidade da luz, e assim evitar que o brilho atrapalhe ciclistas e motoristas, sendo uma nota digna de um grande sublinhado, a sua vida útil de 100 anos.

A tecnologia está em fase de implementação para ser comercializada e os cientistas também estudam a sua aplicação em gesso e outros produtos que fazem parte da construção civil, como alternativa natural para reduzir o consumo de energia elétrica na iluminação de ambientes.

FONTE – bastanteinteressante.org

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *