Municípios da Baixada Santista incentivam o uso da energia solar

Santos, São Vicente e Cubatão adotam regras para tornar as construções mais ecológicas; custo, apesar de menor, ainda é um entrave

Escola municipal em construção em Santos contará com teto para captação de energia solar (Carlos Nogueira/AT)

Aperfeiçoamento tecnológico, maior capacidade de armazenamento e redução nos custos de produção e instalação fazem as soluções sustentáveis se tornarem alternativas viáveis para baratear as tarifas de energia. Beneficiada com leis que garantem descontos em impostos municipais, a energia solar ganha força na região. Santos, São Vicente e Cubatão já adotaram regras para tornar as construções mais ecológicas.

Com isso, imóveis passam a contar com esses tipos de equipamentos para captação de energia sustentável. A redução na conta pode chegar a 90%, afirmam fabricantes. Mas limitações de espaço e de recursos fazem a energia solar ser usada para iluminar áreas comuns e aquecer água em condomínios.

Dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) indicam crescimento de 70% no uso de painéis solares por residências e pequenos comércios e indústrias neste ano.

FONTE – atribuna.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *