O caminho da energia solar na USP

Em maio de 2012, o Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP iniciou as atividades para a implantação da usina fotovoltaica no campus Cidade Universitária, no Butantã, em São Paulo. Os projetos receberam recursos da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) e da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), além do auxílio da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (Fusp) e da Prefeitura do Campus da capital (PUSP). Conheça a localização das placas solares e a sua contribuição para a demanda de eletricidade do campus.

Onde estão as placas solares

Os sistemas de energia solar da USP, em São Paulo, totalizam, juntos, 540 kW de potência, gerando o total de 1% da energia elétrica do campus. A energia produzida é jogada na rede subterrânea, podendo ser utilizada por toda a Cidade Universitária

Luz solar transformada em energia elétrica

FONTE – jornal.usp.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *