Premix tenta agregar valor ambiental fabricando ração com energia solar

Energia solar faz rodar fábrica da Premix, substituindo totalmente as fontes tradicionais

Cresce o número de empresas empregando meios sustentáveis em algumas de suas etapas dos processos produtivos, mesmo que possam ser dispensáveis em não se tratando de insumos usados diretamente nos bens que chegarão ao consumo final.

Além de ajudar o meio ambiente, por que não agregar valor à marca, associando-a a uma causa nobre em um setor crivado de desconfianças, como é o agronegócio. E, melhor ainda, se reverter em algum momento em custo produtivo menor, após a amortização dos investimentos.

A Premix fabrica rações e suplementos animais, mas começou a usar a energia elétrica provida de uma usina fotovoltaica na sua unidade de Araguaína. Mal comparando, o valor ambiental é o mesmo da Trouw Nutrition, que emprega em suas 160 viaturas obrigatoriamente apenas etanol, como mostrou Money Times (03/07).

FONTE – moneytimes.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *