Posts

Banco de rua carrega celulares com energia solar e monitora arredores

Banco Steora em rua de Bratislava, na Eslováquia (Rafael Balago/Folhapress)

Bancos de rua com tomadas USB e câmeras estão sendo instalados em algumas cidades da Europa, como Bratislava, na Eslováquia. Um deles, chamado Steora, tem um sistema de captação de energia solar e várias outras funções, como medir a qualidade do ar.

A energia usada para recarregar celulares vem do sol: há conectores nas laterais e um ponto para aparelhos de carga sem fio. Segundo o fabricante, a absorção de energia solar é possível mesmo enquanto há pessoas sentadas no banco.

O aparato oferece ainda conexão wi-fi e pode ter uma tela na lateral, para exibir anúncios ou alertas públicos.

O Steora também se propõe a ser uma ferramenta de monitoramento: há espaço para receber até quatro câmeras para monitorar o que se passa ao redor e sensores para registrar a temperatura, a umidade do ar e o nível de chuva do local.

Superfície capta energia solar (Rafael Balago/Folhapress)

O Steora foi criado pela Include, uma start-up da Croácia, e tem unidades em cidades como Budapeste, Praga, Dubai e Estocolmo.

Embora seja um banco diferente dos outros, não fica claro logo de cara que ali há serviços como recarga e wi-fi. Nas cinco vezes em que o autor deste blog passou por eles nas ruas, em apenas uma havia uma pessoa usando a tomada.

Depois do wi-fi público se tornar comum em várias praças, assentos com carregadores podem ser uma boa ideia pra facilitar a vida de quem usa muito o celular na rua.  E bancos normais, daqueles sem tecnologia, também fazem falta nas calçadas de muitas cidades do Brasil.

Banco pode ter uma tela lateral (Rafael Balago/Folhapress)

FONTE – avenidas.blogfolha.uol.com.br

Este iPhone X custa R$ 16 mil e pode ser carregado com energia solar

O preço do iPhone X foi bastante criticado durante seu lançamento. No entanto, o celular pode ficar ainda mais caro se, digamos, ele for carregado com energia solar. É o que oferece o iPhone X Tesla, vendido por 284 mil rublos (cerca de R$ 16,8 mil).

Com esse valor, é possível comprar a versão personalizada do iPhone X de 64 GB. Se você preferir a versão de 256 GB, é preciso ter 299 mil rublos (R$ 17,8 mil), sem considerar as taxas. A capa é vendida pela Caviar, loja russa com versões de luxo de smartphones.

A capa do iPhone X Tesla conta com uma bateria que é carregada por meio de um painel fotovoltaico – como os colocados em telhados. Ao apertar um botão presente na capa, é possível fornecer energia para a bateria interna do celular.

O acessório está ligado diretamente ao smartphone e não é vendido separadamente. Ele conta com revestimento em fibra de carbono e possui certificação IP67, que oferece resistência contra água e poeira.

Quem compra o iPhone X Tesla precisa se acostumar com um aparelho consideravelmente maior. Em sua versão original, o celular da Apple tem 7,7 mm de espessura. Com a capa, esse número salta para 16,2 mm.

A Caviar afirma que, inicialmente, o objetivo era criar uma edição limitada de 99 unidades, com uma numeração individual para cada modelo. Porém, uma demanda maior que o esperado durante a pré-venda fez a produção ser elevada para 999 unidades.

A primeira delas será enviada a Elon Musk, com a gravação da seguinte frase: “Feito na Terra por humanos”. A intenção é homenagear o lançamento do Tesla lançado ao espaço pela SpaceX, outra empresa de Musk.

FONTE – tecnoblog.net